11/01/2014

A série, "As Aventuras de Tintim" completou hoje 85 anos de sucesso

Em 10 de janeiro de 1929, em "Le Petit Vingtième", suplemento do jornal "Le Vingtième Siècle", estreava Tintim. O jovem jornalista e o seu cão desembarcaram na União Soviética e, depois disso, encontraram o Pé Grande, viajaram à Lua antes dos EUA e solucionaram intrigas e crimes internacionais. As aventuras de Tintim influenciaram gerações de quadrinistas europeus.
Nascido em 22 de maio de 1907 na Bélgica, Georges Prosper Remi, conhecido simplesmente como Hergé, é o criador de Tintim. Das paginas de "Le Petit Vingtième", só parou em 1983, ano de sua morte. O desenhista é cultuado na Europa como um grande mestre dos quadrinhos.

Em 2011, Steven Spielberg e Peter Jackson deram vida à criação do belga, que ainda era pouco conhecida nos Estados Unidos. "Tintim e o Mistério do Tosão de Ouro", de 1961, "Tintim e as Laranjas Azuis", de 1964, e "Tintim e o Lago dos Tubarões", de 1972, são outras adaptação dos personagens para o cinema.




Abaixo, conheça as "Aventuras de Tintim":

"Tintim no País dos Sovietes" (1930)
Publicado pela primeira em 1929, o álbum traz a aventura que lançou o herói e seu cão. Tintim e Milu vão à União Soviética para conhecer o "paraíso vermelho". Obra da juventude de Hergé, hoje pode ser visto como um panfleto anticomunista.

"Tintim na América" (1932)"Tintim no Congo" (1931)
No antigo Congo Belga, Tintim ruma para fazer reportagens e documentários. Lá, eles se deparam com um cenário selvagem e um cruel vilão que quer exterminá-los de qualquer forma. Apesar de acusado de racismo, o volume é um retrato histórico do pensamento europeu da época no neocolonialismo.
Em Chicago, Tintim é raptado por homens de Al Capone, mas consegue escapar. No oeste americano, dá de cara com índios violentos.

"Os Charutos do Faraó" (1934)
Levados por um egiptólogo excêntrico, Tintim e Milu saem em busca do túmulo perdido do faraó Ki-Oskh, nas areias do deserto do Cairo. Mas a descoberta arqueológica é apenas a fachada de uma perigosa rede internacional de traficantes, que esconde em seus porões caixas e mais caixas de misteriosos charutos.


"O Lótus Azul" (1936)
Na Índia, Tintim recebe a visita de um mensageiro, mas o homem leva uma flechada de radjaijah, o veneno que enlouquece, e consegue balbuciar apenas as palavras "Xangai" e "Mitsuhirato". Em busca de explicação, o repórter e Milu partem para a China, sem saber que correm grande perigo ao se envolverem numa disputa entre traficantes japoneses, policiais ingleses e o povo chinês.


"O Ídolo Roubado" (1937)
Uma investigação leva Tintim a um escultor morto, a um papagaio desaparecido e a um sujeito chamado Tortilla, que foge para a América do Sul.


"A Ilha Negra" (1938)
Nessa aventura, mensagens cifradas e sacos de dinheiro vão levar Tintim de encontro a uma máfia perigosa, que o fará atravessar a Inglaterra e enfrentar um monstro terrível numa ilha dos mares gelados da Escócia.

"O Caranguejo das Pinças de Ouro"
 (1941)Um livro perdido leva Tintim à casa do professor Halambique, um distraído sigilógrafo que pretende viajar à Sildávia para estudar um selo raríssimo do rei Ottokar.
Dos porões do navio de uma quadrilha internacional de ópio –onde ele encontra pela primeira vez - o capitão Haddock–, Tintim viaja pelo deserto escaldante até desmascarar os bandidos.

"A Estrela Misteriosa" (1942)
Passeando com Milu, Tintim percebe que uma enorme estrela brilhava na constelação da Ursa Maior. A estrela misteriosa aumentava a cada instante. No observatório, descobre que se tratava de um gigantesco meteorito vindo em direção à Terra.


"O Segredo do Licorne" (1943)
Tintim compra para Haddock o modelo de um galeão antigo que, por coincidência, era a réplica do navio de um antepassado do capitão, o cavaleiro de Haddock. O modelo é roubado, e logo depois a casa de Tintim é toda revirada.


"O Tesouro de Rackham, o Terrível" (1944)
Na sequência de "O Segredo do Licorne", os aventureiros, usando um submarino criado pelo professor Girassol, finalmente descobrem o navio no fundo do mar.


"As Sete Bolas de Cristal " (1948)
Querendo aprender um truque de mágica, o capitão Haddock leva Tintim a um show. Durante o espetáculo, a vidente anuncia a uma senhora da plateia que seu marido, um cineasta que voltava de uma expedição etnográfica à América do Sul, estava sofrendo de um mal misterioso, causado pela maldição do deus Sol.


"O Templo do Sol" (1949)
Aventura que teve início em "As 7 Bolas de Cristal" continua: Tintim e Haddock, sempre acompanhados de Milu, chegam ao Peru antes do Pachacamac, o navio que levava o professor Girassol.


"Tintim no País do Ouro Negro" (1950)
A gasolina vem sendo adulterada sistematicamente sem nenhuma explicação e provocando inúmeros acidentes e prejuízos. O único capaz de resolver esse mistério é o jovem repórter seguido de perto pela dupla de policiais Dupont e Dupond.


"Rumo à Lua" (1953)
Ao regressar do país do Ouro Negro, o capitão Haddock descobre que o professor Girassol partira havia três semanas com um estrangeiro desconhecido. Os heróis chegam a uma base militar ultrassecreta onde encontram Girassol dando os retoques finais num foguete atômico.


"Explorando a Lua" (1954)
Narra a história da viagem de Tintim e seus amigos à Lua. Existe uma torcida para que o voo da aeronave chegue sem problemas ao seu destino.


"O Caso Girassol" (1956)
Uma série de misteriosos acontecimentos assombra o castelo de Moulinsart. Vidraças se quebram de repente, espelhos se arrebentam, copos estouram, as preciosas louças da coleção do capitão se espatifam. Tudo que é de vidro vira caco.


"Perdidos no Mar" (1958)
Tintim se encontra por acaso com o general Alcazar, de "O Ídolo Roubado", e descobre que ele estava envolvido com um traficante de armas.


"As Joias da Castafiore" (1963)"Tintim no Tibete" (1960)
Em busca de sobreviventes de um acidente aéreo, o repórter atravessa as montanhas do Nepal em busca do amigo Chang. 20º álbum de Tintim, este é apontado como um dos mais emotivos da série.


A célebre Castafiore vai passar uma temporada em Moulinsart. A diva traz também suas joias valiosíssimas, que ela teme que sejam alvo de ladrões. Coisas estranhas começam a acontecer no castelo.

"Voo 714 para Sydney" ( 1968)
Rumando ao Congresso Internacional de Astronáutica na Austrália, Tintim se envolve em uma trama de suspense e perigo. Considerado pelos fãs um dos álbuns mais empolgantes.


"Tintim e os Pícaros" (1976)
Na fictícia cidade de San Teodoro, controlada pelo general Tapioca, Tintim embarca numa missão de resgate para salvar a cantora Bianca Castafiore, acusada de participar de um complô contra o ditador.


"Tintim e a Alfa-Arte" (1983 - incompleto)
Última e inacabada história do astuto repórter e herói das histórias em quadrinhos. O quadrinista belga Hergé morreu antes de completar a obra, que seria a 24ª aventura de Tintim. Apesar de incompleto, o álbum oferece aos fãs uma visão reveladora sobre o talento de Hergé, seu processo criativo e sua capacidade de criar uma sofisticada história com traços simples.
Texto baseado em informações fornecidas pela editora/distribuidora da obra.
Fonte: Livraria da Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS