25/10/2015

Resenha: "Arquivos Serial Killers - Louco ou Cruel?", de Ilana Casoy


Hi Guys!

A resenha que trago hoje é de um dos livros de sucesso da coleção Crime Scene da nossa tão querida editora, DarkSide. Trata-se de "Arquivos Serial Killers - Louco ou Cruel?" da criminóloga e escritora, Ilana Casoy. Bom, mas antes vamos conhecer um pouco sobre a Ilana Casoy. 



Ilana Casoy é pesquisadora e escritora na área de violência e criminalidade. Formada em Administração pela FGV e Especialista em Criminologia pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) também é membro do Núcleo de Antropologia do Direito da USP – NADIR e Membro Consultivo da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB-SP.  Colaborou com a Polícia Civil e/ou Técnico Científica, Ministério Público e Advogados de Defesa de São Paulo e de outros estados para ajudar na elaboração da análise criminal de casos em andamento.
Têm quatro livros publicados: Serial Killer – Louco ou Cruel? e Serial Killers – Made in Brazil – publicados pela DarkSide Books e o Quinto Mandamento – Caso de Polícia – 7ª edição, lançado pela Ediouro e A Prova é a Testemunha – publicado pela Larousse.

Bom, como relatado logo acima, "Louco ou Cruel?" é somente um dos livros da escritora. Esse que será feito a resenha abaixo, foi comprado juntamente com a edição "Made In Brazil" no box especial da Darkside Books. É impossível não gostar da Darkside <3. Enfim, vamos a resenha. Confesso que quando comprei o box eu estava hiper ansioso pra ler, o que não deixou eu ler de imediato foram leituras que já estavam sendo feitas antes da chegada da encomenda. Sem falar que na época o tempo livre era algo que faltava bastante, mas após concluir as demais leituras me dediquei somente ao livro e consegui ler rápido. 


Sobre "Louco ou Cruel?"...

No livro, de imediato temos a preparação para entendermos bem o que é um Serial Killer e o que passa na cabeça dele. Mostra claramente como a psicologia estuda profundamente a mente de um Serial Killer afim de entender que traumas infantis ou da juventude poderiam ter causado tamanho estrago na mente desse ser humano a ponto de levá-lo ao extremo de matar pessoas em série. 

Nessa introdução ao estudo da mente do assassino, Ilana fala de como são divididos os Serial Killers, as seis fases do ciclo Serial Killer, explica como são escolhidas as vítimas, características dos assassinos quando ainda crianças ou jovens, mitos e crenças à respeito, perfil do criminoso, como acontece a investigação do FBI e enfim, a prisão do assassino. 

Algo interessante é que você ao você ler a introdução, irá entender durante a leitura de diversos crimes no livro relatados, são as 3 possíveis manifestações de comportamento do agressor na cena do crime. São elas: modus operandi, assinatura e a organização da cena. 3 características que são bem importantes. Podem ser a 'chave' para solucionar o crime. Como o livro mesmo diz: "A maioria dos locais de crime 'fala' com os peritos". É a partir desse momento que os investigadores são capazes de juntar um crime com o outro e enfim solucionar os assassinatos. 

Logo após essa importantíssima introdução do que é um Serial Killer e como funciona toda a busca de soluções no caso, chega a "Galeria do Mal". Nessa sessão do livro, estão reunidos 16 histórias sobre Serial Killers. Dentre os 16, existe um casal apaixonado que trabalharam juntos em crimes e uma dupla de amigos que levaram a amizade bem a sério. 

Essa galeria é pra quem tem estômago forte mesmo, porque os casos são bem detalhados. Desde os primeiros momentos de vida do assassino até o últimos segundos de sua vida sentado numa cadeira elétrica ou recebendo a injeção letal que acabaria com seus dias 'glória'. 


Albert Hamilton Fish 

Todos os 16 assassinos me prenderam bastante em suas histórias. Difícil é escolher um só que eu mais achei louco em relação a atitudes estranhas que o fizeram a chegar a cometer tantos assassinatos e com tanta frieza. Mas falando em frieza, de todos, acho que um que me chocou bastante foi o assassino Albert Hamilton Fish, conhecido como o Vovô que comia criancinhas. Daí você pensa: "Meu Deus que pedofilia". Tá, vamos com calma que nesse caso a palavra 'comer' serviu nos dois sentidos. Sim, ele comia a carne de crianças. Que monstro! O vovô não era bem um vovô. Ele tinha uma aparência de mais velho devido a seus cabelos grisalhos desde jovem. Essa característica dele enganou muita gente. Aquele 'senhor' conseguiu enganar uma família que teria o filho contratado para trabalhar na fazenda dele, mas na verdade ele queria comer o menino. Alias, um amigo desse garotinho também seria contratado. Quando ele chegou na casa dessa família, ele percebeu que o menino tinha uma irmãzinha de 10 anos e logo se encantou por ela. Com o pretexto de sair com a menina  da casa dessa família, disse que a levaria para o aniversário da sobrinha dele. Os pais não gostaram muito da ideia, mas confiantes de que o novo 'patrão' do filho é uma boa pessoa, deixou levá-la. Albert ainda disse onde seria a festa e assim passou o endereço. Depois desse dia, a menina nunca mais voltou. A polícia disse a família que o endereço era falso. Daí após 6 anos, Albert mandou uma carta para a família relatando como ele começou a sentir vontade de comer carne humana e o que fez com a menina. Leia apenas esse trecho da carta que foi enviada.

"Eu a asfixiei até a morte, então a cortei em pequenos pedaços para poder levar a carne para meus aposentos. Cozinhei e comi aquilo. Como era doce e tenro seu pequeno lombo assado no forno. Levei nove dias para comer seu corpo inteiro. Eu não 'fodi ela', e eu poderia, se tivesse desejado. Ela morreu uma virgem.".

Veja que frieza absurda Albert relatou o assassinato da garotinha. Esse foi o momento que apesar de tão rápido o relato, foi o que mais me chocou em relação a frieza do assassino. Mas na Galeria do Mal tem casos ainda mais chocantes. 


Retrato falado do Serial
 Killer, Zodíaco
Ainda tem o caso de "O Zodíaco", o assassino que até hoje ainda não foi descoberto. Matou diversas pessoas e enviava cartas para jornais e fazia ligações relatando detalhes de seus crimes e até zombando por ninguém ter conseguido pegá-lo. Tá, nem eu consegui acreditar direito que esse ser não foi preso ainda, mas é verdade, e no livro todos os crimes dele são relatados com bastante detalhes. 

Alguns outros assassinos em série presentes no livro, são: Theodore Robert Bundy, Richard Trenton Chase, Rory Enrique Conde, Edward Theodore Gein, Dennis Andrew Nilsen, dentre outros.

Para finalizar, o livro ainda conta com algumas listas onde constam curiosidades, como a lista de Serial Killers pelo mundo, Casos sem solução, apelidos de Serial Killers, países em que existe a pena de morte, os que não adotaram a pena, países que adotaram a pena de morte para crimes comuns, mas com compromisso de não execução, países que preveem pena de morte em casos militares ou em questões especiais (o Brasil está incluso nessa lista), ainda explica o que são os métodos de execução utilizados, como: enforcamento, cadeira elétrica, câmara de gás e injeção letal, e pra fechar o livro, são reunidas algumas frases ditas por Serial Killers. Abaixo confira algumas delas. 


Ted Bundy já chegou a trabalhar em um centro de atendimento
a suicidas ajudando a salvar vidas.

FRASES DO UNIVERSO SERIAL KILLER...

"Eu quero dominar vida e morte." - Ted Bundy.

"Sexo não deveria existir." - John Haigh.

"Um palhaço pode 'se dar bem' somente como assassino." - John W. Gacy.

"Eu somente estava me suicidando, mas sempre quem morria era o espectador." - Ted Bundy (quando perguntado por que tirava fotos de suas vítimas).

"Eu sempre tive fetiche por assassinato e morte." - David Berkowitz.

"Todo homem tem seu próprio gosto. O meu é por cadáveres." - Henri Blot.

"Nenhum sentido faz sentido." - Charles Manson.


Bom, chega de falar do livro porque daqui a pouco conto tudo. Mas o livro é muito bom mesmo. Para os fãs de séries como CSI ou Lei & Ordem, o livro é perfeito. Vai te prender do começo ao fim. Ah, é uma ótima dica também para aqueles que cursam psicologia e pretende se aprofundar mais na psicologia criminal. 

Para quem me acompanha nas redes sociais, sabe que não é novidade o quanto aprecio os livros da Darkside Books. Eles fazem tudo com muito carinho mesmo. Dedicação total. Você se encanta pelo livro desde a capa, passando pela diagramação até o conteúdo do livro. Ah, e sem falar nas imagens. A editora capricha quando o assunto é rechear o livro com imagens em qualidade ótima para uma melhor compreensão do conteúdo do livro. 

Quando eu comprei o box, eu sabia que estava fazendo uma das minhas melhores aquisições. Não me arrependi em nenhum momento. Espero que vocês gostem assim como eu gostei. 


Ficha Técnica: 
Obra: "Arquivos Serial Killers - Louco ou Cruel?"
Autora: Ilana Casoy
Editora: Darkside Books
Publicado: 2014
Páginas: 360
Compre: Aqui 



Classificação:

★★★★★ Perfeito!


_________________________________________
Me siga no INSTAGRAM: @pedrogabrielse
CURTA no FACEBOOK: Blog do Pedro Gabriel
Me siga no TWITTER: @pedrogabriel13p

2 comentários:

  1. - Juro, tive pesadelos lendo esse livro. Muito bacana mesmo. Acredito que tenha lido ainda a primeira edição, muito diferente desta atual. Mas me prendeu demais ele. A leitura super instigante e rica em detalhes que deixou a imaginação tomar conta de mim, como se eu estivesse fazendo parte da cena. Incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk Anderson, ele realmente é um pouco assustador, mas é incrível. Infelizmente são casos reais. A partir triste da coisa é essa. Mas que capa linda hein? Ilana Casoy + Darkside Books = SUCESSO TOTAL!

      Excluir

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS