12/02/2016

Resenha: "Arquivos Serial Killers - Made In Brazil", de Ilana Casoy


Olá, galera!!! =D

Então, hoje voltei com a resenha de mais um super livro. Alias, que super livro foi esse que eu li. =D Simplesmente Incrível! Estou falando de "Arquivos Serial Killers - Made In Brazil", da Ilana Casoy

Quem acompanha o blog já viu que eu postei a resenha de "Arquivos Serial Killers - Louco Ou Cruel?", também da Ilana, e que estava super ansioso pra ler o segundo livro que trata de Serial Killers Brasileiros. Finalmente a resenha ficou pronta né?! rsrsrs Mas antes de conferir vamos conhecer um pouco sobre a Ilana Casoy.



Sobre Ilana Casoy...

Ilana Casoy é pesquisadora e escritora na área de violência e criminalidade. Formada em Administração pela FGV e Especialista em Criminologia pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) também é membro do Núcleo de Antropologia do Direito da USP – NADIR e Membro Consultivo da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB-SP.  Colaborou com a Polícia Civil e/ou Técnico Científica, Ministério Público e Advogados de Defesa de São Paulo e de outros estados para ajudar na elaboração da análise criminal de casos em andamento.
Têm quatro livros publicados: Serial Killer – Louco ou Cruel? e Serial Killers – Made in Brazil – publicados pela DarkSide Books e o Quinto Mandamento – Caso de Polícia – 7ª edição, lançado pela Ediouro e A Prova é a Testemunha – publicado pela Larousse.



Sobre "Arquivos Serial Killers - Made In Brazil"... 

Se engana quem pensa que assassinatos em série é somente exclusividade de outros países. Aqui no Brasil grandes assassinos já fizeram diversas vítimas pelo país afora, sempre torturando, matando e abusando sexualmente de adultos e até mesmo de crianças. E é isso que o livro "Made In Brazil" aborda. 
Com riqueza de detalhes, Ilana vai tratar sobre diversos Serial Killers que amedrontaram muitas pessoas em diversas regiões do país. Dentre os criminosos presentes na "Galeria do Mal", podemos já citar o tão temido "Febrônio Índio do Brasil", conhecido como "O Filho da Luz" e Marcelo Costa de Andrade, conhecido como o "Vampiro de Niterói". Ambos assassinos mataram sem dó e piedade deixando muita gente aterrorizada. Entre esses dois, o que mais me chocou foi o Vampiro de Niterói. Acho que não só a mim, mas também deve ter chocado muita gente que já leu o livro. É incrível até que ponto chega uma pessoa. Eu fiquei impressionado com a frieza que Marcelo conta seus crimes contra crianças indefesas de 5 à 13 anos. Para não dar spoiller, eu só digo que se prepare pois o Vampiro de Niterói realmente vai te deixar chocado(a). 

Para fazer esse grandioso trabalho, Ilana contou com a ajuda de profissionais da área criminalística que colaboraram com informações importantíssimas para a reconstrução de cada crime no livro. E mais: cada crime é composto por fotografias e até mesmo trechos de matérias jornalísticas que foram veiculadas na época dos assassinatos. 

"Made In Brazil" ainda traz muitas entrevistas com os criminosos. Entrevistas em que a própria Ilana Casoy esteve presente com profissionais importantes da psicologia, interrogando os Serial Killers que vocês irão encontrar na Galeria do Mal. 

Se você é fã de "CSI: Investigação Criminal", "Lei & Ordem" ou qualquer outra série que desvende crimes e mortes estranhas, vai adorar o livro "Made In Brazil". 



Trechos do livro...

"[...] Também chegou aos ouvidos do delegado a notícia de que Febrônio teria sido flagrado, pela dona de casa onde era inquilino, cozinhando uma cabeça humana em uma lata de querosene. [...]" - Sobre Febrônio Índio do Brasil. 

"[...] Tinha relações sexuais com elas até seu pênis sangrar. O mais excitante era quando a vítima resistia. Ah, a violência era um poderoso afrodisíaco. Se chegasse perto de uma mulher e ela cedesse, não seria tão prazeroso. [...]" - Sobre o Monstro de Guaianases. 

"[...] Sempre curioso e inquieto, matava gatos para testar suas sete vidas e observava os resultados, ora enforcando-os em árvores, ora afogando-os em vasos sanitários. [...]" - Sobre Chico Picadinho.

"[...] José adorava ver sangue e preferia manter relações sexuais com suas parceiras quando elas estavam menstruadas. Também declarava que gostava de fazer sexo com a vítima de "carne gelada". Segundo seu depoimento, 'quando a mulher fica com a carne dura, ela fica mais gostosa e só fica com a carne dura depois de morta'. [...]" - Sobre o Monstro do Morumbi. 

"[...] Evangélico à sua moda, justificava seus crimes por intermédio da religião, dizendo que crianças mortas de forma violenta 'ganhariam o reino dos céus' e que, segundo as palavras de seu pastor, as que morriam antes dos 13 anos iriam diretamente para o céu. [...] - Sobre o Vampiro de Niterói. 

"[...] Pedro foi designado para viver na cela desse bandido, odiado por muitos e temido por todos. Logo na primeira noite, para escapar do abuso, espero que ele dormisse e esmagou sua cabeça com uma espécie de paralelepípedo que encontrou no banheiro. Relatou o fato para o carcereiro, avisou que tiraria a vida de quem mexesse com ele. Ganhou imediatamente o respeito de todos. [...]" - Sobre Pedrinho Matador.  


Observações... 

Bom, eu simplesmente adorei mais esse trabalho da Ilana Casoy. Ela é magnifica. É uma escritora e criminóloga de tirar o chapéu. A algum tempo atrás eu tinha visto reportagens em que a Ilana foi entrevistada para comentar algo envolvendo crimes, por exemplo o caso de Realengo no Rio de Janeiro, mas nunca tinha parado pra pesquisar sobre ela. Já cheguei a vê-la no programa Domingo Legal quando ela participou do quadro "Os Paranormais" (alias, que quadro ótimo). Só após conhecer bem a Editora Darkside Books (<3) é que tive conhecimento dos livros da Ilana. Foi paixão a primeira vista. Sou fã!

Para uma melhor compreensão do livro, aconselho você comprar também o livro "Louco ou Cruel?". "Made In Brazil" eu comprei num box que também veio com o livro "Louco ou Cruel?". É um box maravilhoso, super bem feito. Em breve postarei algo falando sobre ele. Aguardem. =) 

Mais uma vez a Editora Darkside Books está de parabéns. A diagramação do livro é perfeita. As páginas são levemente amareladas, a fonte é de um tamanho bom, a capa é de um material bem macio, não sei dizer o que é, mas é simplesmente perfeita. Como eu disse na resenha, o livro é repleto de fotografia e diversas outras ilustrações.


Ficha Técnica: 

Obra: "Arquivos Serial Killers - Made In Brazil"
Autora: Ilana Casoy
Editora: Darkside Books
Publicado: 2014
Páginas: 360
Compre: Saraiva | Livraria da Travessa | Livraria da Folha



Classificação:
★★★★★ Perfeito!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS