02/03/2016

"Estação Plural" estreia sexta-feira, 04, na TV Brasil


Entre gargalhadas, risos contidos e algumas lágrimas, as cantoras Ellen Oléria e Mel Gonçalves e o jornalista Fefito falam de tudo um pouco no Estação Plural, nova atração da TV Brasil que estreia na sexta, 4 de março, às 23h, com reprise às segundas, à meia-noite. Semanalmente, o trio vai receber no programa um convidado especial para debater de forma plural temas de interesse geral. Mas a pauta também vai contemplar assuntos do universo LGBT que despertam o interesse ou a curiosidade do público, a partir da ótica de Ellen, que é lésbica; Mel, que é transexual, e Fefito, que é gay.

O Estação Plural reflete os valores que norteiam a ação da TV Brasil, como o respeito aos direitos humanos e à liberdade de expressão, além do exercício da cidadania. “Aqui na TV pública, podemos experimentar, temos esse papel de vanguardista e eu acho muito importante estarmos sempre apresentando essa diversidade para o nosso público”, diz a diretora de Produção da emissora, Myriam Porto. “Nós já temos [na TV Brasil] a diversidade regional, a diversidade religiosa, a diversidade cultural e agora a gente vem aí com esse programa LGBT”, completa.

Antes mesmo de entrar no ar, o programa angariou com a primeira peça promocional, em 24h, mais de cem mil visualizações no Facebook, demonstrando o potencial de interesse da atração. O primeiro talk show na TV aberta a ser apresentado por representantes do universo LGBT também contará com a segunda tela, permitindo ao espectador interagir com o conteúdo que está acompanhando.

Ana Ribeiro e Cássia Dian, roteirista e diretora, respectivamente, completam o time responsável por esta produção. Ana foi editora executiva do iGay, portal do iG, dedicado a temas do universo LGBT. Cássia tem passagens pela MTV, Band e Rede TV! e dirigiu produções para o GNT.

Vendo o trio de apresentadores em ação tem-se a impressão de que Ellen, Mel e Fefito são amigos de longa data. Mas não. Eles se conheceram no dia do teste de elenco, realizado em novembro de 2015, nos estúdios da TV Brasil, no bairro da Vila Leopoldina, em São Paulo. E a sintonia com os convidados também chama a atenção, que o digam o médico Drauzio Varella, a ex-chacrete Rita Cadilac, a jornalista Barbara Gancia e a atriz Bruna Lombardi, que já passaram pelo estúdio do programa.

"A parceria está sendo incrível, a gente está se dando muito bem. Tem um dia que alguém está mais calminho, e aquele dia que tem alguém que está mais espoleta, e às vezes a gente inverte esses papéis. Mas o mais importante é que a gente se complementa.", conta Fefito.

Mel conta que o convívio com a dupla tem ido além das gravações. "Estou muito próxima deles. E essa parceria tem me acrescentado muita coisa e está me fazendo crescer", diz.
"O programa tem muita simpatia, informação, bom humor, muitos recortes e três vivências que expressam opiniões em diversos assuntos nos quais um convidado acrescenta tanto para os assuntos tratados, quanto para nós que apresentamos. É um programa de troca", acrescenta a vocalista da banda Uó.

"Pela primeira vez na TV brasileira temos um programa apresentado por um grupo tão diverso. Estou falando de contra-hegemonia. A intenção da TV Brasil foi reunir duas apresentadoras e um apresentador com um perfil LGBT para diluir as margens do preconceito e aproximar as pessoas da diversidade, humanizando nossos olhares, mostrando que atuamos em nosso país assim como as/os telespectadoras/es", explica Ellen.

Fefito, que veio do interior de pernambuco, onde sofreu bullying por ser gay, diz se preocupar com o impacto que o Estação Plural pode ter na vida de adolescentes que não vivem em ambientes com liberdade para se assumirem. "A gente não está neste programa para ser exemplo pra ninguém. Mas acho que eles [gays, lésbicas, trans] se verem representados na tela já dá uma força, um estímulo de como encarar a vida, de ver que eles podem ser felizes no fim das contas, que deu tudo certo pra gente, pelo menos, que a gente está ali orgulhoso do que a gente é. A gente não tem a pretensão de representar todas as diversidades, mas a gente representa muitas delas, e a gente sabe que os assuntos que a gente discute são assuntos comuns, há pessoas heteros, gays, trans, bis e todos os gêneros na real, a gente é gente no fim das contas né?", arremata.

Estreia

O médico e escritor Drauzio Varella é o convidado do programa de estreia. Cancerologista e imunologista, Drauzio é autor de 13 livros e foi um dos pioneiros no tratamento da AIDS, especialmente do sarcoma de Kaposi, no Brasil. Ele também já emprestou o seu conhecimento e credibilidade a diversas séries de televisão voltadas para a saúde.
Ao conversar sobre sexualidade com Fefito, Mel e Ellen, pergunta: “Porque o prazer do outro incomoda tanto você?”. Assim, o médico apimenta a discussão sobre um tema que ainda é polêmico para muitos, que é a sexualidade. Drauzio afirma no programa que a homofobia é fruto da ignorância e sexualidade não é uma opção, ela se impõe. Além de sexualidade, o programa fala sobre o orgulho de ser brasileiro e sobre as mentiras que se conta no primeiro encontro.

Elas por ele. Ele por elas

Ellen descreve Fefito e Mel
Fefito é comunicativo, extrovertido. Acredito que sua afinidade com a palavra escrita e seu histórico em TV tenham deixado ele bem à vontade diante das câmeras. É a simpatia do programa.
Mel é timida. Isso não a impede de ser afiada também em sua postura. Defende seu ponto de vista com bastante energia. Acredito que a flexibilidade que ela demonstra na sua performance no palco ela traz também pro Estação Plural.

Mel descreve Ellen e Fefito
Ellen é uma mulher forte, expressiva, feminista, empoderada, dona de uma voz e de um talento que exala pela pele. Ela é uma pessoa muito carismática que qualquer um amaria ter por perto.
Fefito é inteligente e assimila tudo com agilidade. Ele é muito expressivo, dinâmico, leve, atrevido e cheio de vida. Me faz rir muito com sua simpatia e seu jeito que conquista qualquer um.

Fefito descreve Mel e Ellen
Se eu pudesse definir a Mel e a Ellen em uma palavra eu as definiria como leoas. Estou ao lado de duas leoas, que são muito tranquilas, muito educadas, lindas, com jubas incríveis, e que são muito assertivas. A Ellen tem uma serenidade, uma calma. A Mel é uma mulher  muito decidida.

Informações da EBC
_________________________________________
Me siga no INSTAGRAM: @pedrogabrielse
CURTA no FACEBOOK: Blog do Pedro Gabriel
Me siga no TWITTER: @pedrogabriel13p

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS