25/08/2016

Resenha: "Uma História de Amor e TOC", de Corey Ann Haydu


O livro "Uma História de Amor e TOC", escrito pelo autor Corey Ann Haydu, e publicado pela Galera Record, conta a história de Bea, uma jovem que vive com o TOC (Transtorno obsessivo-compulsivo). O TOC é algo sério. Há quem ache engraçado, mas para quem sofre desse transtorno, a vida é complicada.

Quem vive com ele, tem obsessões e compulsões que levam desde a deixar tudo alinhado à lavar excessivamente as mãos à ponto de feri-lás. E Bea, nossa personagem principal, sofre coisas parecidas, ou, podemos até considerar mais graves. 

Num festa, Bea conhece Beck, quer dizer, não chega a vê-lo, pois ela o conheceu após acontecer uma queda de energia. Quando tudo se apagou e o pânico se instalou no local, Bea acabou encontrando Beck tentando se acalmar, pois estava tendo um ataque de pânico. Ela tentou acalmá-lo e enquanto isso foi conversando com ele, mas sem enxergá-lo. Até que eles acabam trocando beijos. Quando a luz voltou, Beck já não estava mais perto de Bea. Tinha ido embora e ela não viu o rosto dele. 




Bea ainda não sabia que sofria de TOC, mas já se consultava com uma terapeuta para melhorar sua ansiedade. Certo dia, a terapeuta sugeriu que Bea participasse de terapia em grupo. Ela não gostou da ideia, mas foi. Por coincidência, Beck também faz parte do grupo. Ela reconhece ele não pela aparência, pois no dia da festa não tinha visto o rosto dele, mas sim pelo nome e seu problema com ataque de pânico. Dali, surge algo dentro deles dois que só vai crescendo cada vez mais em que se conhecem nas terapias e fora delas.


Em seu histórico amoroso, Bea não teve boas experiências. Foram somente duas pequenas paixonites, mas foram o suficiente para causar danos terríveis em sua mente. Esses danos fizeram com ela precisasse das terapias, mas nela a Dra. Pat acaba revelando que Bea sofre de TOC. É difícil aceitar, mas ela vê que não tem como negar isso pra ela mesma. 




Bea tem o apoio de sua amiga Lish para enfrentar o transtorno, além de outros assuntos pessoais. Sua amiga inseparável. Mas Lish acha ainda mais estranhas as atitudes de Bea. Ela não parece estar melhorando, pelo contrário, está obsessivamente causando mais danos a si própria. Além de sempre se beliscar na coxa toda vez que acontece algo que a surpreende ou a deixa nervosa e de ter um medo absurdo de atropelar alguém enquanto está dirigindo, Bea começou  a stalkear um casal que se consulta com a Dra. Pat. O casal que esbanja muito estilo e sensualidade, se chamam Austin e Sylvia. Bea ouve as consultas deles através da porta do consultório, anota tudo em seu caderno e fica imaginando um turbilhão de coisas a respeito deles. E a obsessão se torna cada vez maior. Ela começa a investigar mais a fundo a vida deles e descobre que são músicos e tem uma banda chamada TRYST. Além disso, ela começa a vigiá-los na porta do prédio em que vivem. A situação está fugindo do controle.




Enquanto Bea vive quase uma serial killer, Beck tenta viver com suas manias, dentre elas, a de lavar as mãos muitas vezes, e, em alguns momentos, por 8 minutos; Banhos, por 8 minutos; mandar 8 mensagens; ligar 8 vezes. Muitas das coisas que Beck faz sempre tem que corresponder à 8. O significado dessa atitude é revelado bem mais adiante na leitura. Ah, e Beck gosta tanto de limpeza que sua pele é seca e fica caindo. Isso realmente está prejudicando muito sua vida. Bea e a Dra. Pat tentam ajudar, apesar que Bea está mais preocupada em vigiar o casal da banda TRYST. Aliás, o casal Austin e Sylvia também têm algumas esquisitisses que vocês saberão ao ler a história. 


A questão do TOC e do passado de Bea, é que complica tanto a vida dela. Mas a relação dela com Beck é a esperança para que haja mudanças significativas na vida desse casal que até então são vítimas do TOC, mas que podem viver uma verdadeira e intensa história de amor, basta tentar. 




Um dos livros que eu tinha adicionado a lista de livros desejados do meu caderno, era o "Uma História de Amor e TOC". A muito tempo está lá, esperando o dia de ser comprado, e enfim comprei. Confesso que eu estava realmente ansioso e deixei outras leituras para trás e partir pra ler ele logo, mas me decepcionei com a história. Achei ela fraca. O ponto de virada da história também não foi legal. 


O livro é narrado pela Bea, e a narração dela é tão grande em váááários momentos, que chega a ser muito cansativo ler. São poucos diálogos e quando tem, é algo bem simples a dizer. Ah, e a Bea é dramática demais. Tudo irrita ela. Sinceramente, Beck deveria ter ficado com a melhor amiga dela, isso sim. Claro que o TOC foi o causador de muitos momentos tensos na vida dela, mas não é pra tanto. 


Quanto a diagramação, a Galera Record está de parabéns. As páginas são levemente amareladas, a fonte é de um tamanho realmente agradável, a capa é linda e o livro tem orelha. Simplesmente de parabéns. 


Ficha Técnica:


Obra: "Uma História de Amor e TOC"
Autor: Corey Ann Haydu
Editora: Galera Record
Publicado: 2015
ISBN: 978-85-01-10058-0
Páginas: 320
Compre: Saraiva | Casas Bahia | Extra | Submarino | Shoptime | Livraria da Folha | Ponto Frio | Americanas 


Classificação:

★★☆☆☆ Deixou muito a desejar.



Me acompanhe nas redes sociais: 
Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS