08/12/2016

Resenha: "Sob a Roseira", de R. Soares


Em "Sob a Roseira" conhecemos a história de Maria e Ana Solário, duas irmãs gêmeas de 21 anos. Essas jovens vivem um momento difícil na vida delas: a mãe está internada numa clínica lutando contra o Alzheimer e o pai é um alcoólatra violento.
Como os custos para manter a mãe é alto e ainda se sustentarem em casa, a relação do pai com elas acaba ficando abalada. Quando ele bebe fica ainda pior. E foi num momento desses que Maria acabou matando seu pai para defender Ana. O crime não foi descoberto porque o corpo foi escondido num determinado local da casa. Sem levantar muitas suspeitas, as irmãs providenciaram um jeito de ganhar dinheiro para custear a internação da mãe. Através do novo emprego, conheceram Nick, um rapaz que produzia uma droga chamada Ters. Elas fizeram uma parceria com ele, entraram no ramo e começaram a mudar de vida. Compraramm uma casa nova, carros e os lucros consequentemente também ajudaram a manter a mãe com o tratamento e melhorar ainda mais as condições dela na clínica. Apesar do assassinato, elas estavam vivendo um momento feliz na vida.
"Quem sabe um dia nosso nome seria encontrado ao lado de grandes traficantes e nossas histórias seriam fontes de inspiração para tantas pessoas? Tudo era possível."

Através de Nick, as irmãs conhecem Viktor Kochmanovik. Esse homem poderoso vende armas legais e ilegais. Maria e Viktor começam a se aproximarem mais do quê profissionalmente. Enquanto isso, Ana também começa a sentir algo por Nick. 

Vai tudo muito bem até que Maria e Ana encontram Nick morto. Ele testou nele uma nova fórmula para a droga, mas ela acabou levando ele à morte. A situação fica tensa! E quando elas menos esperam, um investigador começa a procurar informações sobre o desaparecimento repentino do pai delas.

Mesmo após a morte de Nick, elas seguem os trabalhos na produção e distribuição da Ters. Acabam chantageando até grandes políticos para obter vendas ilícitas. E as irmãs estão dispostas a acabar com qualquer um que tente atrapalhar elas de alguma forma. Como prova disso, Ana e Maria precisarão sujar as mãos de sangue mais outras vezes afim de se protegerem. 
"E pode soar até meio frio da minha parte o que eu vou dizer, mas se matar para proteger quem eu amo torna-me uma assassina fria, então eu recebo esse título sem questionar."

O cerco vai se fechando e os negócios com a Ters vão ficando mais difíceis de acontecer perfeitamente como vinha acontecendo. Mas o pior estar por vir: uma armadilha bem preparada poderá fisgar as duas irmãs. O destino reserva grandes surpresas para elas. Um final surpreendente e com gosto de vingança! 

Com uma pegada fantástica, R. Soares consegue contar uma história de superação, mas criminosa, que realmente consegue fisgar o leitor em "Sob a Roseira". Apesar de ter achado que algumas coisas aconteceram rápido demais, a leitura foi bem fluida. A autora construiu personagens com seu grau de importância de acordo com o momento da história; fez das irmãs duas criminosas inseparáveis - praticamente duas serial killers. 

"Quando eu era pequeno, meu pai sempre me dizia: 'Aprenda a jogar com todas as peças do tabuleiro o quanto antes, pois um peão pode derrotar uma rainha se souber os movimentos certos.'"

A maior parte da história é narrada por Maria, mas 2 capítulos importantes são narrados na perspectiva de Ana e outro por Viktor Kochmanovik. E são narrações bem decisivas. Em momentos onde o leitor já está mega tenso esperando pelo desfecho de toda a confusão que vai acontecer. Alias, o final é incrível e até estranho em relação a algumas reações. Mas só digo uma coisa: se a roseira falasse... rsrs Enfim, o segundo livro da série "As Irmãs" promete vir com sede de vingança.

Sobre a parte estética, a capa é bonita, envernizada e se relaciona com a história; adorei o tamanho da fonte usada, a diagramação é muito bonita, o livro possui orelhas e as páginas são amareladas - o que ajuda bastante na leitura. O único detalhe que senti falta, foi de mais divisões dos acontecimentos. Tipo, em alguns momentos a personagem estava em um determinado local, mas logo estava em outro e não teve uma divisão de cenas através da diagramação. Mas nada que atrapalhe tanto. Fora isso, a Young Editorial caprichou bastante.

"Sob a Roseira" é um romance policial que carrega em suas páginas conflito de família, amizade, paixão, trafico de drogas e armas, suspense, poder e ganância. Acima de tudo, carrega um amor de irmãs que farão de tudo para se protegerem e proteger aqueles que elas tanto amam, mesmo que para isso pessoas precisem sangrar até a morte.


Ficha Técnica:

Obra: "Sob a Roseira" (#1 da série As Irmãs)
Autora: R. Soares
Editora: Young Editorial
Publicado: 2016
Páginas: 256
Compre: Site da autora | Loja virtual - Young Editorial | Saraiva
Adicione: Skoob
★★★★☆ Muito bom!
*Livro cedido pela autora.


Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria:
pedrogabrielb@bol.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS