21/03/2017

Programas religiosos e a dança das cadeiras na TV

Desde o último domingo, dia 19, vem acontecendo mudanças na programação de alguns canais de TV que vendem horários na programação para as igrejas.

A Rede de Comunicação Interativa (RCI), também conhecida como TVCI, encerrou sua parceria com a Rede Século 21 e dessa forma não irá transmitir a programação da rede católica. Com isso a RS21 deixa de atingir 21 estados, pois além da TVCI estar em diversos canais abertos a mesma possui sinal nas parabólicas e nas TVs por assinatura como, por exemplo, a NET, Sky, Claro TV, Vivo TV, dentre outras. Com essa troca a TVCI começou a transmitir a programação evangélica da Rede Mundial, do Pastor Valdemiro Santiago. 

Já a Ideal TV começou a transmitir a programação da TV Universal, liderada pelo Pastor Edir Macedo. O canal do Grupo Spring de Comunicação, que até 2013 exibia a programação da MTV Brasil, atinge diversos estados através de canais abertos em UHF e Digital, além de estar presente nas maiores operadoras de TVs por assinatura, dentre elas: Sky, NET, Claro TV, Sim TV, Oi TV, Vivo TV, RCA e outras. 

Com essas mudanças as TVs Mundial e Universal passam a chegar em mais lares pois elas ainda alugam diversos horários em outros canais de TV. Mas com todas essas mudanças quem poderá sobrar é a Rede CNT. Como a Ideal TV possui um alcance maior e agora está afiliada à TV Universal, é provável que a igreja de Edir Macedo acabe com seu vínculo com a CNT. Atualmente a Universal aluga 22 horas diárias da programação da CNT para exibir os programas religiosos, o que, segundo o site RD1, tem um custo mensal de R$ 5 milhões. 

Caso o rompimento aconteça, a Rede CNT terá algumas dessas opções: passará a transmitir religiosos do R.R. Soares (Igreja Internacional da Graça de Deus), Silas Malafaia (Assembleia de Deus Vitória em Cristo) ou de qualquer outra igreja que possa pagar o valor de aluguel; pode acabar locando horários para o Medalhão Persa - programa que vende joias -, Caça-Níquel - programa de adivinhar palavras - ou finalmente investir numa programação própria como possuía antigamente. 

De qualquer forma as coisas ainda vão muito bem para essas emissoras citadas, mas aí tem uma das perguntas que não quer calar: Cadê o respeito com o telespectador que contrata serviços de TV por assinatura e que é obrigado a 'engolir' os diversos canais religiosos que vêm juntos no pacote contratado?

Um abraço pra Anatel!


Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria:
pedrogabrielb@bol.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS