21/09/2017

Resenha: "Só a gente sabe o que sente", de Frederico Elboni

Em "Só a gente sabe o que sente", o autor Frederico Elboni explora diversos sentimentos através das crônicas e reflexões sobre o amor, as perdas e a forma como superamos elas, as indecisões, o medo, o sexo, a compreensão, e muito mais. 

Em cada crônica, o autor utiliza-se de suas experiências para refletir sobre esses temas tão presentes na vidas das pessoas, como o simples ato de fazer alguém sorrir, amar e se amar, saber escutar e não apenas ouvir... e assim ele segue escrevendo sobre aquilo que vem de dentro dele.

"Pois, ao lado dela, aprendi que felicidade é querer que um momento seja infinito. E com ela eu queria tanto que fosse... Pena que as coisas nem sempre são como planejamos. O tempo passa, as vontades mudam, os destinos tomam outro rumo. E a gente fica ali, como um sonho que passou."

Chega a ser bem acolhedor o modo como ele discorre sobre os temas, pois muitos desses sentimentos estão presos dentro de nós e não temos com quem compartilhar - alguns deles. Então ler as observações que ele faz, traz uma sensação agradável para nós. 

"Tudo seria tão mais divertido e leve se as pessoas conseguissem sonhar e fazer o que gostam sem precisar se preocupar com o que os outros vão falar... Amar, sentir, sofrer, sonhar, ter medo, arriscar, ser o que a gente é, isso é felicidade. Triste é viver das histórias e dos sonhos dos outros."

O foco maior das crônicas é o amor e os amores do Frederico. Para contextualizar melhor, o autor fala bastante sobre suas experiências amorosas e todos os aprendizados que obteve com essas relações. Experiências bem interessantes.

"Não rejeite sua própria natureza, use seu passe livre para a autenticidade."

Me identifiquei bastante com a maioria das crônicas e pude analisar algumas situações que ainda vivencio. Não da mesma forma, mas na minha intensidade. E pude ver alguns erros que cometi e ainda cometo. E acho que atingir o leitor com esse olhar crítico de si mesmo, é o objetivo do Frederico. 

A estudante de enfermagem, Alana Vieira, que mora em Aracaju-SE, relatou pra mim qual foi a crônica que ela mais gostou e porquê:

"Minha crônica preferida é a Te aceita, menina. Ela faz com que você se lembre de ser você mesma nesse mundo que dita o que você deve ser, fazer ou sentir. Te lembra que a consciência tranquila vale a pena. A boa fé vale a pena. A tentativa vale a pena. Tudo de bonito que você leva no seu coração vale a pena. Basta você se permitir ser quem você realmente é, e como diz o título, realmente se aceitar, pois não existe nada de mais bonito quando você se permite SER, FAZER e SENTIR." - Alana Vieira. 


Enfim, "Só a gente sabe o que sente" é um livro de crônicas curtas, que possuem uma escrita leve, descontraída e acolhedora. Uma obra carregada dos mais diversos sentimentos, principalmente, do amor... um sentimento arrebatador que deve ser vivido e compartilhado com a humanidade. Mais amor, menos desamor!  

A publicação desse terceiro livro do Frederico também foi realizada pela Benvirá, selo da Editora Saraiva. A obra traz o autor na capa, a diagramação está muito bonita, a fonte tem um tamanho bom, as folhas são levemente amareladas e o livro possui orelhas - mas não usem elas como marcador de páginas, PELO AMOR DE DEUS! rsrs. 

"A gente só entra no coração dos outros quando o nosso está aberto." 

Na metade do livro, Frederico Elboni compartilha uma playlist com algumas músicas que leitoras indicaram e que ele ouviu enquanto escrevia "Só a gente sabe o que sente". Uma dessas canções é "Pra Sonhar", do Marcelo Jeneci. Pode dar o play!

 

 

Obra: "Só a gente sabe o que sente"
Autor: Frederico Elboni
Editora: Benvirá
Publicado: 2015
Páginas: 168
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
★★★★☆ Muito bom!
Livro cedido pela editora.



Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria:
pedrogabrielb@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS