28/10/2017

Quotes: "Arquivos Serial Killers: Louco ou Cruel? e Made In Brazil", de Ilana Casoy


Oi, pessoal! Tudo bem por aí, né? 😁

Gostam de ler sobre Serial killers? Pois eu gosto muito! rsrs E hoje a coluna Quotes traz trechos de "Arquivos Serial Killers: Louco ou Cruel? e Made In Brazil", escrito pela criminóloga Ilana Casoy. Essa edição é a comemorativa de 5 anos da Darkside Books, a editora mais cavernosa do Brasil.💀
Quem me conhece sabe que sou fã dos livros escritos pela Ilana Casoy. A autora têm muito conhecimento sobre o que fala e mostra isso em seus livros com muita maestria. 

Quem começa a ler, e tem estômago forte, logo se vê preso na leitura. Por mais que seja a dura realidade exposta em palavras e fotografias.

Enfim, vamos conhecer a sinopse da obra e logo em seguida confiram os quotes que separei: 

SINOPSE: Ilana Casoy foi nossa primeira autora nacional. Pioneira no estudo das ciências criminais no Brasil, Ilana já era uma escritora consagrada quando aceitou nosso convite e apostou no escuro com a DarkSide® Books. #Gratidão é pouco. A Caveirinha aprovou, assim como toda legião de DarkSiders.
Agora, chegou a hora de renovar os laços com ela, e com você também, querido leitor. Mais uma vez, Ilana é nossa pioneira, e Arquivos Serial Killers - Limited Edition é o primeiro dos relançamentos comemorativos dos 5 anos da Caveirinha. Os dois livros, Serial Killers: Louco ou Cruel? e Serial Killers: Made In Brazil, reunidos num único volume de luxo, com mais de 700 páginas de investigação.
Ilana Casoy é autoridade no que diz respeito a mentes criminosas e resolução de crimes no Brasil. Para escrever Louco ou Cruel?, a escritora mergulhou em arquivos da polícia e da Justiça, do FBI e da Scotland Yard, além de ter feito uma pesquisa rigorosa em diversas outras fontes para compor um inquietante roteiro de como, por que razão e com que métodos os serial killers agem.
Em Made in Brazil, Casoy dedicou-se a investigar os serial killers brasileiros, no que viria a ser o primeiro livro do gênero dedicado aos assassinos em série do Brasil. Foram cinco anos de pesquisas, visitas a arquivos públicos, manicômios e penitenciárias, além de entrevistas cara a cara com personificações do mal em terras tupiniquins, para produzir um dossiê sobre o lado mais sombrio do ser humano. Perturbador e por muitas vezes comovente, o relato de Casoy nos apresenta histórias que nem a ficção e o cinema conseguiram imaginar.



QUOTES:

Livro "Louco ou Cruel?"

"As vítimas do serial killer são escolhidas ao acaso ou por algum estereótipo que tenha significado simbólico para ele. Diferentemente de outros homicídios, a ação da vítima não precipita a ação do assassino. Ele é sádico por natureza e procura prazeres perversos ao torturar suas presas, chegando até a 'ressuscitá-las' para 'brincar' um pouco mais."

"Jack. o Estripador, aterrorizou as ruas de Londres no fim do século XIX, em 1888, quando assassinou brutalmente pelo menos sete mulheres, todas prostitutas. Até hoje ninguém sabe a identidade dele."

"Como é comum no histórico de serial killers, a violência de Jeffrey Dahmer foi aumentando e seu estado emocional se agravou, assim como o alcoolismo."

"Eu a asfixiei até a morte, então a cortei em pequenos pedaços para poder levar a carne para meus aposentos. Cozinhei e comi aquilo. Como era doce e tenro seu pequeno lombo assado no forno. Levei nove dias para comer seu corpo inteiro. Eu não 'fodi ela', e eu poderia, se tivesse desejado. Ela morreu uma virgem."


Livro "Made In Brazil"

"No Brasil, a polícia tem muita dificuldade em aceitar a possibilidade de um serial killer estar em ação. Certo preconceito permeia as investigações de crimes em série. Isso já aconteceu inúmeras vezes no passado, com consequências nefastas."

"[...] Chegou aos ouvidos do delegado a notícia de que Frebrônio teria sido flagrado, pela dona da casa onde era inquilino, cozinhando uma cabeça humana em uma lata de querosene."

"José adorava ver sangue e preferia manter relações sexuais com suas parceiras quando elas estavam menstruadas. Também declarava que gostava de fazer sexo com a vítima de 'carne gelada'. Segundo seu depoimento, 'quando a mulher fica com a carne dura, ela fica mais gostosa e só fica com a carne dura depois de morta."

"Evangélico à sua moda, justificava seus crimes por intermédio da religião, dizendo que crianças mortas de forma violenta 'ganhariam o reino dos céus' e que, segundo as palavras de seu pastor, as que morriam antes dos 13 anos iriam diretamente para o céu."


Tenso, hein? Mas apesar de todo o conteúdo intenso, a leitura flui muito bem. Vocês irão curtir bastante e aprender muito, principalmente se você tem interesse pela área criminalística.

Espero que tenham gostado da coluna de hoje. Aproveito para convidá-los para ler a RESENHA de "Arquivos Serial Killers: Louco ou Cruel? e Made In Brazil", que já está publicada aqui no blog. 

Em breve volto com mais novidades. Fiquem atentos, okay?! Boa leitura!


Editora: Darkside Books
Adicione: Skoob
Gênero: Crime
Páginas: 720
Compre: Amazon  (capa dura)



*Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento deste projeto literário e na realização de mais sorteios. 


Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria:
pedrogabrielb@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @pedrogabrielse

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS