21/12/2017

Resenha: "Eu, Inabalável", de Josué Matos


Até onde vai o desejo de vingança de uma pessoa que viu a paz de sua família acabar e junto com ela perder seus entes queridos? 

No romance policial, "Eu, Inabalável", escrito por Josué Matos, vamos conhecer a história do jovem Leonardo que por muito tempo alimentou dentro de si o rancor, um ódio avassalador. Esses sentimentos fizeram com que a vingança se tornasse o seu grande objetivo na vida.



E tudo começou após seu irmão Alan ser brutalmente assassinado por uma pessoa que ele não esperava descobrir esse lado escuro. 

"Alan tombou pesado. Ainda teve tempo de balbuciar um por quê? O assassino deu um passo atrás: 
- Essa é a melhor maneira de provar meu amor."

Em segredo, Alan tinha um relacionamento com Humberto, professor de História que lecionava no colégio em que ele estudava. Humberto é casado com o advogado Eduardo, mas isso não o impedia de manter esse relacionamento secreto.  


No começo, por Alan ser gay, a polícia achou que a morte dele foi crime de homofobia, mas sabendo da ligação dele com Humberto, as investigações tomariam outro rumo e ele tornou-se o principal suspeito da mira de Valéria, agente que ficou à frente das investigações. 

Mas nada foi provado contra ele, dessa forma o caso acabou sendo 'arquivado', só que Leonardo no fundo sabia que Humberto era o assassino do seu irmão.  


Por causa de todos esses acontecimentos, a família de Leonardo foi se acabando e a vida dele mudou drasticamente. Todos foram afetados pela morte de Alan e a falta de solução do crime. O estrago psicológico foi grande, principalmente para a sua mãe. 

"Me afastei de quem amava, abandonei quem mais precisava de mim!"

Anos depois, após viajar para longe da cidade, Leonardo está de volta e quer fazer justiça com as próprias mãos, só que ele não parou pra pensar que muitas peças desse crime ainda não se encaixavam e ao longo de seu plano vingativo muita coisa vai acontecer na vida dele, de Humberto e de todos que estão - direta e indiretamente - ligados a eles.


Josué Matos conseguiu escrever um romance policial simplesmente viciante do início ao fim. Você pode até pensar: "mas esse gênero literário tem que ser assim mesmo". Concordo! Mas existe muitas obras por aí que não são. 

Começam arrastadas e terminam da mesma forma, porém, em "Eu, Inabalável" a realidade é outra. O autor consegue fisgar o leitor pra valer na leitura. 

Isso se dá por um simples motivo: a coerência em tudo o que ele escreveu. Nada foi escrito a toa, tudo tem uma ligação na história e ao longo da leitura tudo vai se encaixando e dando a solução esperada, e até mesmo surpreende o leitor com outros acontecimentos.


Os personagens são bem construídos e acabamos nos apegando e torcendo por uma solução pra o caso. Claro que tem certo casal que é bem duvidoso em toda a trama, mesmo assim o autor ainda conseguiu fazer eu me apegar aos personagens (canceriano sofre, viu? rsrs). 

Ah, falando em apego, lembrei dos romances que acontecem na história. Vou logo adiantando que têm cenas de romance com uma pitada erótica.

A história é cheia de surpresas e ao longo delas o autor aproveita os momentos para abordar temas importantes e muito recorrentes, como, por exemplos, o uso e comercialização de drogas entre jovens, a homofobia, o abuso sexual de crianças, dentre outros assuntos. 



Além disso, Josué faz o leitor refletir sobre várias coisas, inclusive sobre o poder do ódio de uma pessoa. Até onde esse sentimento leva um indivíduo - que muitas das vezes é à ruína. 

Enfim, ler "Eu, Inabalável" foi uma surpresa enorme, jamais por duvidar da capacidade do autor, mas sim por ele superar as minhas expectativas ao escrever uma trama tão intensa - que o leitor sente a carga das cenas através das páginas - e por abordar temas tão polêmicos, mas importantes de ser debatidos com a sociedade. 


Para 'casar' bem com essa história, a Editora PenDragon publicou uma edição linda. A capa desperta uma curiosidade a respeito da obra, a diagramação está muito bem organizada, a fonte tem um tamanho bem agradável para leitura, a história é dividida em 5 partes através de páginas pretas - que deixam a edição ainda mais charmosa. A obra possui folhas amareladas e orelhas.  

Falei com o autor Josué e perguntei a ele quais atores - nacionais ou internacionais - poderiam interpretar Alan, Leonardo, Humberto, Eduardo e Valéria nos cinemas caso a obra seja adaptada. Confiram as respostas dele:

 
Pela ordem: Bruno Gissoni, como Alan; Selton Mello, como Humberto; Rafael Zulu, como Eduardo; Felipe Simas, como Leonardo; e Sheron Menezzes, como Valéria. 

Gostaram? Gostei das escolhas. Já quero o filme rsrs.

Pra finalizar, anotem uma dica importante: leiam "Eu, Inabalável". Garanto que não irão se arrepender! 😉


Obra: Eu, Inabalável
Autor: Josué Matos 
Editora: PenDragon
Publicado: 2015
Gênero: Romance policial/Suspense/Mistério/Ficção
Páginas: 212
Compre: Amazon - Físico ou E-book | Loja virtual Editora PenDragon
Adicione: Skoob
★★★★★ Perfeito!
Livro cedido pela editora.


*Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios. 


Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria:
pedrogabrielb@bol.com.br 



4 comentários:

  1. Fico feliz que tenha gostado do livro Pedro Gabriel, agradeço pela resenha. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei muito, Josué. Parabéns pela obra!

      Abração!

      Excluir
  2. Olá, Pedro! Tudo bem?
    Eu realmente gostei de cara do título do livro. EU INABALÁVEL é muito bom, cara! A trama é bem interessante também. Fiquei surpreso com o triângulo gay da história e amei também a escolha dos atores.

    Fiquei interessado, menino.

    Abraço.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego! Tudo ótimo! :)

      Sim, o título ficou bem legal mesmo. A história toda é ótimo. Fui pego de surpresa em vários momentos e desconfiei de muitos personagens ao longo da trama rsrs. Esse triângulo da o que falar.


      Super recomendo a leitura! Espero que também goste.

      Abração!

      Excluir

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS