22/02/2018

Resenha: "Inquebrável", de Robson Gabriel

Resenha Por: Alisson Gomes
Obra: Inquebrável (#2)
Autor: Robson Gabriel
Editora: Ler Editorial 
Gênero: Drama/Romance/Ficção/LGBT
Páginas: 204
Ano: 2017
Onde Comprar: Amazon - Físico ou E-book 
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★☆ Muito bom!
Livro cedido pela editora.
SINOPSE: Dor. Esta é a única coisa que consigo sentir agora. Jamais pensei, em toda a minha vida, que seria abandonado por aqueles que diziam me amar. A sensação de impotência é agonizante, parece que vai rasgar o meu peito e destruir o restinho do eu que ainda sou.
Eu juro que tentei ser o garoto perfeito, o exemplo em tudo que fazia, mas chega uma hora em que a gente precisa se libertar. O verdadeiro Daniel estava bem ali, diante dos meus pais. Eles diziam me amar, mas aquilo não passava de uma mentira baseada em uma vida de controle.
Quando o pior aconteceu, pensei que estava sozinho, mas eu não estava. Foi quando percebi que os elos que formei nesta pequena jornada eram mais fortes que aço, todo o amor que senti conseguiu resistir ao trauma, se tornou inquebrável. Então, quero que vocês saibam que, assim como eu, não estão sozinhos. Não desistam de quem realmente são quando a dor te fizer chorar sem motivos.  

Daniel está de volta para contar o restante de sua história. Enfim consegui ler esse bendito livro que eu estava ansiando desde terminei a leitura do primeiro livro. O Pedro que é parceiro da Ler Editorial me ofereceu o livro para que eu lesse e resenhasse aqui no blog dele e claro que eu nem pestanejei né, disse sim, e ele nem tinha terminado de falar.


Daniel está em casa se recuperando depois do período que passou no hospital, ele não aguenta todo o cuidado excessivo de sua mãe, mas o problema não é só isso, ele simplesmente não lembra do que aconteceu, ela não sabe o que aconteceu para deixa-lo com todas aquelas marcas no corpo, a cima de tudo deixa-lo sem memória, mais do que nada ele quer recuperar a memória de volta, ele precisa descobrir o que aconteceu.

É bom ter você em casa novamente — diz a minha mãe, ao estacionar o sedã prateado na garagem de casa. — Você não sabe o quanto nos deixou preocupados.

Como se tudo isso não já fosse ruim o bastante Dani, não consegue deixar de ter a sensação que não deveria estar naquela casa, logo ele percebe que sua mãe anda lhe escondendo as coisas, pois, o pai não aparece em casa desde quando ele chegou e ele continua a achar tudo muito estranho mas não consegue lembrar de nada.


A presença de Andy é o que faz tudo ficar melhor em toda a situação, em todo o caos que Daniel está vivendo Andy passa a ser um pilar para ele. Andy ficou muito mal com toda a situação que o amigo passou, e decidiu estar por perto para quando Daniel precisasse dele, ou quando ou muito maior acontecesse, a memória dele voltasse, e ele sabe que Daniel vai precisar dele quando isso  acontecer.

Sento ao lado dele na cama, cheio de cautela, e acaricio sua cabeça raspada. Passo os dedos pelas cicatrizes e vejo o horror que fizeram com meu amigo.

Eu estava muito ansioso pela leitura desse livro, porque o final destruidor de "Imperfeito" me deixou roendo as unhas, Robson me liberou os 5 primeiros capítulos, mas claramente não foi o bastante, tive que esperar o livro sair e enfim em minhas mãos comecei a ler e a matar minha ansiedade.


Bom, primeiro quem revisou o livro se confundiu ou não sabe a diferença entre "afim" e "a fim", eu encontrei várias vezes esse erro e me incomodou um pouco, eu percebi o quanto o Robson tentou tornar o livro o mais verdadeiro possível, porém, os personagens reagem sempre de formas exageradas, xingam demais, choram demais, fazem drama demais.

Mas nem só de críticas negativas é formada minha opinião, eu realmente adorei o andamento da história. Robson soube trabalhar a continuidade do primeiro livro, achei interessante ele abordar a vida do Andy, mas achei injusto o Bernardo não ganhar destaque na história também, sigo esperando que haja um conto ou spin-off sobre o Bernardo, melhor e mais maravilhoso personagem do livro. E como falar no final maravilhoso e que eu estava torcendo muito para que acontecesse e aconteceu? Obrigado Robson, amei o final do livro. O livro supriu minha ansiedade ainda que ele tenha pequenos problemas.


"Inquebrável" não é um livro perfeito, mas, passa bem longe de ser um livro ruim, ele sem dúvidas é um livro verdadeiro, com um história de vida que se passa com muita gente, isso sem contar que ele entrega um final mais do que digno para Daniel. A capa do livro segue o mesmo estilo do livro interior, porém sem detalhes envernizados na capa. A diagramação do livro é boa, com destaque para as aberturas de capítulo. Encontrei alguns problemas de revisão, mas, nada muito gritante. A fonte usada no livro tem tamanho agradável a leitura.



*Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios. 



Acompanhe Alisson nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Blog  


4 comentários:

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS