19/08/2018

Resenha: "Não tão primos", de Renan Merlin

Resenha por: Pedro Gabriel 
Obra: Não tão primos 
Autor: Renan Merlin 
Editora: Coerência 
Gênero: Romance/LGBT 
Páginas: 200 
Ano: 2016 
Onde Comprar: Loja Editora Coerência 
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★☆ 
Livro cedido pela editora.
SINOPSE: Tudo parece sem cor. As férias começaram com um romance e acabaram como um filme de terror. Agora as aulas vão recomeçar e Bernardo terá que enfrentar os meninos que o agrediram e lidar com a nova emoção que insiste em seguir os seus passos: o medo. Apesar de tudo, Bernardo não está sozinho, Gustavo chegou para recolorir o seu mundo. Gustavo e Bernardo são meio que primos, ou melhor, Não Tão Primos. Os dias podem se tornar cinza por algum tempo, mas jamais perderão o calor, pois a famosa cidade do verão eterno não deixa que os corações fiquem frios por muito tempo. Prepare-se para aquecer e colorir o seu mundo com Bernardo e seus amigos. Seja bem-vindo a São Pietro!


💓👬🍹🌞

"Não tão primos" narra a história de um jovem apaixonado que vê seus dias cinzentos ganharem um colorido especial e a oportunidade de viver intensamente um amor de verão. 

Bernardo é um jovem de 15 anos, tímido, que mora com Sara, sua mãe, na cidade de São Pietro. Nem sempre a cidade onde o sol brilha a todo instante aquece o coração do Bernardo. Ele carrega consigo magoas e tristezas provindas de uma paixão que lhe trouxe angustias e marcas não só no coração, mas também em sua pele. 


Nas férias, Bernardo acabou criando um vínculo com Matheus, um rapaz que estudava no mesmo colégio que ele. Bernardo achava o rapaz bem atraente. Não só ele, pois muitas garotas do colégio também tinha a mesma opinião de Bernardo a respeito da beleza do Matheus. Até que um dia surgiu a oportunidade deles se aproximarem através das aulas de natação em que Matheus era instrutor. 

Essa amizade foi se fortalecendo cada vez mais até que em um momento inesperado, rolou um beijo entre eles. Bernardo se encantou ainda mais pelo rapaz. Não acreditava que aquilo que tanto fantasiava finalmente aconteceu. 



O maior problema era que ninguém sabia sobre essa aproximação entre Matheus e Bernardo, principalmente Vitor e Jonatas, que eram grandes amigos de Matheus e que nutriam um ódio por Bernardo por ele simplesmente ser gay. 


"- Você acha que pode sair influenciando as pessoas a se tornarem estranhas como você? Sair pervertendo todo mundo, seu viado? Pessoas como você deveriam ser abominadas da terra!"


Esse ódio foi tão grande que Vitor chegou a agredir Bernardo. Mais forte que a dor física, foi a que Bernardo sentiu ao perceber que Matheus viu tudo e não se moveu pra ajudá-lo. Desde então, os dias de Bernardo se tornaram mais cinzas, melancólicos. Ele não manteve mais contato com o embuste Matheus e a volta às aulas se tornaram um grande desafio, pois sentia medo de reencontrar com Vitor e Jonatas pelos corredores do colégio. 

Até que tudo na vida de Bernardo muda quando surge o primo Gustavo, de 17 anos. O rapaz foi pra São Pietro pra morar com Sara e Bernardo por algum tempo, pois iria cursar o terceiro ano do colegial na mesma escola que o Bernardo estudava. 



O reencontro dos primos foi uma surpresa pra ambos, pois eles não se viam há muito tempo e agora estavam mais velhos, mais rapazes, mais atraentes. Isso despertou em Bernardo um sentimento que havia sido enterrado. 

É nessa temporada que ele passará hospedado na casa de Bernardo que as coisas irão esquentar pra os dois. Uma relação mais intensa que a de primos cada vez mais ficará forte e só o tempo dirá se esses 'não tão primos' irão viver algo mais forte. Algo que contém apenas 4 letras, mas que possuem uma carga grandiosa: o amor! 



"Você me trouxe alegria, segurança, paixão... Sinto-me tão feliz quanto estou com você!"

Com uma narrativa bem fluida, o autor Renan Merlin consegue fisgar o leitor do início ao fim da leitura instigando-o à reflexão dos assuntos abordados no decorrer da trama. 



"Não tão primos" não é uma obra em que o leitor se vê triste, deprimido por mais um rapaz ter sido morto vítima de homofobia, por exemplo. O autor aborda o tema, mas dá um outro olhar a respeito da sexualidade dos personagens. 

A sexualidade do Bernardo, por exemplo, ele abordou sem tratá-la como um problema. O foco central da história é na descoberta do amor entre Bernardo e Gustavo, sem deixar de criar aquele suspense sobre a relação com Matheus.



Além disso, o autor trata de outros assuntos no decorrer da leitura. Confesso que percebi um pouco de rapidez em como a relação do Bernardo e do Gustavo foi ficando forte, mas esse detalhe não atrapalha o restante da narrativa. 

Os personagens foram muito bem construídos, principalmente o Bernardo, um adolescente que já possui uma experiência de vida que dialoga com a situação de muitos outros jovens gays que sofrem preconceito por causa da sexualidade. Porque uma parcela da sociedade simplesmente não aceita que o mundo é diverso e que devemos respeitar uns aos outros independente da sexualidade, religião, filosofia de vida ou qualquer outra coisa. 



O que importa pra valer é pregar o respeito e o amor entre todos. E o livro segue na esperança de um mundo melhor.  Que personagens como Vitor aceitem que todos temos diferenças e que essas diferenças devem ser respeitadas. 

Ainda sobre os personagens, a história fica ainda mais incrível com a Gabi, amigona - casamenteira -  do Bernardo; com a Andrei e o Marcelo, e outras pessoinhas que deram um toque especial à trama escrita pelo Renan Merlin. 



Em suma, posso dizer que "Não tão primos" foi um romance fantástico em que o autor aproveita pra mostrar que apesar das tempestades da vida, há uma luz no final do túnel que voltará a iluminar sua vida e devolver o colorido dela. 

A obra foi publicada através da Editora Coerência. O livro possui uma capa muito bonita, a diagramação muito bem organizada com pequenas ilustrações no decorrer das páginas; a fonte tem um tamanho bem agradável, as folhas são amarelas, a edição possui orelhas e no final do livro ainda tem uma playlist com vários hits. Um ótimo trabalho realizado pela editora. Parabéns aos envolvidos! 

Para ficar com aquele gostinho de quero mais, deixo uma das canções que fazem parte da playlist da história. Ouça a apaixonante "Mirrors" do meu amigo Justin Timberlake:



"Nunca deixem que os outros tentem tirar o seu brilho, as suas cores e o seu lugar. O que é nosso foi conquistado por nós, e ninguém tem o direito de tirar isso da gente!"


📚Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios.📚

Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria: 
pedrogabrielb@bol.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS