31/10/2018

Resenha: "Wytches", de Scott Snyder, Jock, Matt Hollingsworth e Clem Robins

Resenha por: Pedro Gabriel 
Obra: Wytches (#1)
Autor: Scott Snyder, Jock, Matt Hollingsworth e Clem Robins
Editora: Darkside Books 
Gênero: Ficção/HQ/Terror/Suspense/Mistério
Páginas: 192
Ano: 2017
Onde Comprar: Amazon - Físico (capa dura)
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★☆ 
Livro cedido pela editora.
SINOPSE: Bruxas são criaturas muito mais perversas e diabólicas do que você poderia pensar — e, portanto, muito mais assustadoras. Ver uma é coisa rara; sobreviver a elas é mais raro ainda. É por isso que quando a família Rook se muda para Litchfield, uma remota cidadezinha de New Hampshire, tentando escapar de uma experiência horrível ao recomeçar do zero, eles não entendem que algo sinistro vive nas florestas ao redor da cidade. Algo que os observa, esperando apenas por uma oportunidade. Algo muito antigo... e voraz. Você até pode conseguir feitiços e milagres delas, mas, para isso, vai precisar pagar o preço. Pai e filha vão descobrir que recomeçar pode ser bem mais difícil quando há uma conspiração secular que envolve a sua família em curso. Com reviravoltas chocantes e uma arte de arregalar os olhos, capaz de combinar medo e beleza, WYTCHES é uma obra sobre bruxas que deve ser levada a sério. Scott Snyder já provou suas habilidades como roteirista durante seu tempo escrevendo as HQs do Batman, uma das fases do herói mais aclamadas pela crítica e pelo público nos últimos tempos.


💀👧💀

Em "Wytches", conhecemos a Família Rooks, que largou a vida numa cidade e parte para Litchfield, em New Hampshire. Uma pacata cidade, rodeada por uma floresta sombria que abriga o mau... em suas árvores. 


O objetivo da família era esquecer o passado e tentar recomeçar a vida longe de um fato trágico que aconteceu com a Sailor, filha do casal. Mesmo assim, a jovem, de apenas 13 anos, terá que enfrentar de cara os seus medos e, com o apoio de seu pai Charlie e sua mãe Luce, tentar resistir ao turbilhão de acontecimentos. 

Algo os esperam na floresta e não irá embora, pois Sailor foi jurada para as bruxas. Quando alguém é jurado em troca de algo - cura de alguma doença, realização de um desejo ou qualquer outra coisa -, as Bruxas vão atrás da pessoa jurada e a levam para sempre. 


Mas até que a jura se cumpra, ela e os pais não terão sossego, pois "jura é jura" e não tem como voltar atrás. Haja o que houve, ela deverá ser cumprida e as forças malignas estarão prontas para esse momento! 


"Elas só comem quem foi jurado pra Elas. Quem é jurado não é amado. O que elas mais gostam é de criança. É só alguém te jurar que as brvxas vêm. Te tiram de casa no meio da noite. Levam pra toca." 



"Wytches", roteirizada pelo Scott Snyder e ilustrada por Jock, Matt Hollingsworth e Clem Robins, é uma HQ fascinante! Não digo que aterrorizante, mas envolvente e reflexiva. Por incrível que pareça, o leitor poderá se sentir intrigado com os acontecimentos e ainda refletir sobre diversos assuntos que são abordados no decorrer da narrativa.

O autor criou uma história que acaba falando sobre os nossos próprios medos e como eles acabam interferindo, mudando, o rumo de nossas vidas. O Scott mostra que quando enfrentamos esses medos, podemos sair fortes e bem mais preparados para lidar com obstáculos futuros.


O escritor ainda aborda o poder bullying e suas consequências, fala sobre o medo dos pais em relação aos seus filhos se 'relacionarem' com o mundo, aborda a importância do amor dos pais para que as crianças enfrentem seus medos e 'diz' como esse apoio pode ajudá-las para que não sejam vítimas dos 'monstros' que as rondam. 

Muitas dessas angustias foram lições de vida para o autor, que enfrentou esses obstáculos e ainda enfrenta, de alguma forma. No final, ele relata um pouco sobre algumas experiências que ele teve - principalmente na infância - e reflete sobre outros assuntos, sempre mencionando a paixão pelo gênero terror. 


Os personagens são os reflexos dessas angustias do autor com uma mescla de outras situações. Pelo menos eu compreendi assim, mas vai de acordo com a interpretação de cada um. Uma coisa é certa: o final da história será uma surpresa para todos! 

A edição ainda traz alguns desenhos e imagens do processo de coloração de algumas cenas da HQ. Achei bem legal o autor compartilhar esse processo de produção. 


Em suma, posso dizer que a história foi muito boa. A narrativa não é linear, o que ajuda a entender um pouco das preocupações dos personagens, mas confesso que senti falta a de aprofundamento a respeito de alguns conflitos que surgem ao longo da narrativa, mas a leitura é uma boa indicação que faço, principalmente para aqueles que amam histórias envolvendo bruxas. 

Recentemente também tive a oportunidade de ler outro livro de bruxa, que também foi publicado pela Darkside Books: "HEX", escrito pelo holandês Thomas Olde Heuvelt.


"Wytches" é inovadora assim como foi a narrativa de "HEX". Foge um pouco dos clichês envolvendo histórias com bruxas, até mesmo na parte estética das criaturas. Por isso leiam de mente aberta. Quem ama histórias com bruxas, realmente deve ler "Wytches". 

A publicação da Darkside Books ficou linda. A capa é dura e bem bonita, os desenhos - de autoria do Jock, Matt Hollingsworth e Clem Robins - são bem coloridos. Com certeza, essa é mais uma edição pra colocar na estante e ficar babando. Mais um trabalho incrível que foi bem cuidado pela editora. 


📖Boa leitura, pessoal!📖


📚Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios.📚

Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria: 
pedrogabrielb@bol.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS