13/11/2018

Resenha: "Confraria Poética Feminina II", organizado por Rita Queiroz

Resenha por: Pedro Gabriel
Obra: Confraria Poética Feminina II
Autoras: 22 autoras 
Editora: Penalux
Gênero: Poesias 
Páginas: 216
Ano: 2018
Onde Comprar: Loja Editora Penalux 
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★★
Livro cedido pela editora.
SINOPSE: Quando um coletivo se forma, erguem-se também a pluralidade das vozes, que enquanto individuais comungam pensamentos, conceitos, abstrações. Enquanto poetas e mulheres, todas estas escritoras unidas são como pontos de costura, já que, a imagem de tecelã é utilizada, enfaticamente na obra, revelando por um lado os estereótipos femininos e por outro, metaforizado o próprio labor poético, que como meio de costura desdobra-se na criação dos versos. Falando em coletividade, pertinente é citar o psiquiatra suíço Carl Jung, profissional que trouxe ao conhecimento intelectual a revelação das forças psíquicas da hereditariedade e da coletividade, assim sendo, enquanto criaturas individuais o ser humano traz em si o potencial de um conhecimento inconsciente, de imagens, de personalidades, e de influências ancestrais, mas que passam de geração em geração. Neste sentido, as diversas vozes que dialogam na obra, se revelam, criticam e se escancaram trazem enquanto poetas singulares e individuais, a racionabilidade de ideias, queixas, reivindicações e sentimentalismos que são plurais e coletivas, assim sendo, quando um verso diz, “Mas essa dor pungente que adormece com os homens / Gradativamente há de sarar,, e converter-se-á / Na mais bela poesia coletiva feminina / Enraizada no âmago das suas vidas”, é porque todas as poetas, assim como todos os humanos sentem “a dor pungente”, e também sabem pela força da fé, que “as dores hão de sarar”.

👧📚👩

"Confraria Poética Feminina II" traz em suas páginas os sentimentos de 22 autoras que através da poesia abriram seus corações e expulsaram suas angustias, falaram sobre seus amores, suas indignações e suas esperanças, sentimentos que não necessariamente foram ou são vividos somente por elas, mas por todas as mulheres. 


A obra, que já está em seu segundo volume, nasceu de um grupo no Facebook, que leva o mesmo nome do livro: Confraria Poética Feminina. O espaço foi criado em 2015 e nele fazem parte autoras que compartilham do mesmo sentimento: o amor pela poesia. 

O primeiro volume também é intitulado de "Confraria Poética Feminina". Neste segundo, a publicação traz 88 textos escritos por 22 autoras. Cada uma escreveu 4 poesias.



Muitas dessas poesias, trazem em suas essências a 'voz' das mulheres, os seus clamores. Isso é bem perceptível. Alguns das poesias são como desabafos do mais íntimo das autoras. Foram a válvula de escape que precisavam para expulsar de si mesmas aquelas palavras não ditas oralmente, mas que ganharam 'vida' através da poesia.

Alguns desses textos poéticos nos fazem 'viajar' por diversos lugares, outros nos fazem refletir sobre assuntos que vão do mais pertinente ao mais 'esquecido' e mais habitual: o amor, a maldade, o preconceito, o amadurecimento, o machismo, a saudade, a liberdade, a hipocrisia, o passado e muito mais.


"Não coloco homem em pedestal

Prefiro os que saibam me amar ao chão
E dele saibam me fazer voar
Que me deguste inteira além da boca
Ou das palavras que escolha pronunciar..." -Jacquinha Nogueira.



Coincidentemente, conheci a Rô Maia pessoalmente, uma das autoras da antologia. Ela estava lançando um livro chamado "A lagartinha que se tornou borboleta”, aqui em Aracaju/SE. Como sou produtor do Jornal da Aperipê - exibido na TV Aperipê, afiliada da TV Cultura em Sergipe -, acabei convidando-a para dar uma entrevista. Conversa vai, conversa vem, ela falou sobre o "Confraria Poética Feminina", que tinha escrito com outras autoras. Não me lembrei na hora, mas era desde livro que ela se referia.

Na época, se eu soubesse até tinha pedido pra ela autografar meu exemplar (rsrs). De qualquer forma, fiquei muito feliz em saber que mais uma autora sergipana está tendo esse reconhecimento na literatura nacional. Adorei bastante as poesias que ela escreveu para essa antologia. Também está de parabéns!  


"Tem medo de mostrar quem você é?!

Tem medo de tirar essa armadura e despir sua fragilidade.
Tem medo de falar de amor!
Viver de amor!
Tem medo de dizer o que pensa.
E afastar os que estão ao seu redor!
Tem medo de ser você!..." - Rô Maia.



Em suma, posso dizer que "Confraria Poética Feminina II" é uma obra extraordinária que são mais que desabafos, protestos e mais uma forma de expressar o amor e outros sentimentos contidos dentro de nós. A obra é uma ferramenta para confortar os leitores que se identificam bastante com as temáticas abordadas nas poesias. É uma maneira de dizer "Ei, vem cá. Você não está só nessa. Vamos lutar juntxs!".

E isso é incrível. São pequenos versos no papel, mas grandiosos na forma como acolhem o leitor e os faz refletir sobre assuntos que estão ali, na nossa frente, mas que o frenesi da vida nos cega por alguns instantes. Ou que nossos corações nos faz aceitar e seguir em frente, sem esperanças. 



Leiam, se encantem e depois me contem o que acharam da leitura, okay? 

A publicação da obra foi feita através do selo Lampejos, pertencente à Editora Penalux. O livro possui uma capa muito bonita, a fonte tem um tamanho agradável, os textos estão bem dispostos ao longo das páginas, a edição possui orelhas e as folhas são amareladas - o que contribui ainda mais na fluidez da leitura.




📖Boa leitura, pessoal!📖


📚Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios.📚

Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria: 
pedrogabrielb@bol.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS