25/11/2018

Resenha: "High Definition - O amor não tem gênero", de J.V. Leite

Resenha por: Pedro Gabriel
Obra: High Definition - O amor não tem gênero (#1)
Autora: J.V. Leite
Editora: Bezz
Gênero: Ficção/Romance/Erótico/LGBT 
Páginas: 383
Ano: 2016
Onde Comprar: Amazon - Físico ou E-book | Loja Editora Bezz 
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★☆ 
Livro cedido pela editora.
SINOPSE: Daniel, 18 anos, criado como filho legítimo dos seus avós, vive na completa ignorância sobre sua verdadeira paternidade. Henrique, 19 anos, após a morte de seu pai, assume os negócios da família junto com a irmã. Ambos heteros. Daniel e Henrique, melhores amigos de infância, após uma viagem a um paraíso nordestino, descobrem o inesperado, o quase impossível. Descobrem o amor um no outro. Um amor secreto e incondicional, regado ao medo e ao preconceito, mas que traz à tona o segredo de família, mudanças de paradigma, aceitação e entrega.

💓👬🌴

O que você faria se do nada descobrisse que durante 18 anos você viveu sendo enganado por sua própria família?  Em "High Definition", conhecemos a história do Daniel, 18 anos, um jovem rapaz que vive rodeado de mentiras. Tem uma família incrível, mas não sabe que há anos eles vêm guardando um grande segredo a respeito dele. 


O fato é que o Daniel cresceu sendo criado como filho de seus avós, mas na verdade o seu pai sempre foi o seu 'irmão' mais velho, o Caleb. Quando mais novo, Caleb estudava e se dedicava o máximo à sua formação acadêmica, mas um de seus rápidos relacionamentos resultou na gravidez que deu vida ao Daniel. 

Na época, a mãe não quis a criança. Até cogitou jogá-lo na lata de lixo, mas Caleb jamais deixaria ela fazer isso. Sem opção, aceitou uma proposta do pai, o Levi, e deixou Daniel ser criado como filho dos seus pais e ele sendo o 'irmão'. Anos se passaram e Daniel não desconfiava que vivia preso nessa 'teia' de mentiras. Cresceu ao lado dos 'irmãos' sem saber de sua verdadeira história. E eles seguiam a vida como se tudo estivesse sob controle. 

Chegou o final do ano e a família resolveu se reunir na fazenda do 'pai' do Daniel. Lá estavam irmãos, cunhada e sobrinhos do jovem rapaz. Aquela união linda de ver. Não tinha como ficar melhor. Na verdade, tinha. E melhorou com a chegada do grande amigo de infância do Daniel, o Henrique, 19 anos. 



Ele iria passar a virada de ano com o cunhado e a irmã na fazenda do pai de Daniel. Seria um momento de matar a saudade do grande amigo. Mas, eis que surge uma oportunidade de Henrique e Daniel fazerem uma viagem juntos. Seria uma viagem de férias da irmã de Henrique com o namorado Dennis, mas um imprevisto fez eles cancelarem a ida, mas Henrique e Daniel são convidados a ir no lugar deles e desfrutar das belezas da Praia da Pipa, que fica localizada no Rio Grande do Norte. 

Sem pestanejar, eles aceitam, principalmente o Daniel, que já não aguentava conviver com o 'irmão' Caleb por ele ser tão chato, mandão, chegando a parecer como se fosse o pai dele (pobre jovem, não sabe de nada...).  

Mas, um momento inusitado acontece nessa viagem e isso só irá servir para esquentar essa amizade de infância e fazer com que ambos conheçam os sentimentos mais profundos um do outro. Apesar dos dois se relacionarem sexualmente com mulheres, eles se permitirão viver esse sentimento intensamente, totalmente entregues ao desejo e ao prazer.



"Meu melhor amigo passou a ser meu porto seguro."

Eles vão se descobrindo e aproveitando cada minuto dessa viagem. Mas a volta pra casa é o momento de bater de frente com a realidade: a família deles! Será que esse amor será somente mais um de verão? Qual será a reação da família dos rapazes? Será que esse amor vencerá os preconceitos dos parentes e da sociedade? 

A única certeza é que juntos eles irão descobrir que para o amor basta amar e se dar ao outro de forma recíproca. Sem preconceitos e sem rótulos. 

"Precisei encontrar o amor em um homem para poder me sentir um homem de verdade, para saber o que eu quero e onde quero chegar. E aonde quer que eu vá, é com ele que eu quero estar."



Esse é o meu primeiro contato com a escrita da autora J.V. Leite e digo que de primeira foi uma ótima experiência. A autora escreveu uma história fascinante do início ao fim e conseguiu dar um desfecho muito bom - mesmo sendo o primeiro volume de uma duologia.

Com personagens marcantes, a narrativa conduz o leitor à reflexão sobre vários assuntos tão debatidos na atual sociedade: o consumo de bebidas alcoólicas por jovens, o poder devastador das drogas, homofobia e outros assuntos que mereceram ser abordados. 

Com certeza o casal protagonista será o preferido pela maioria dos leitores da obra, mas não posso deixar de tirar o chapéu para o Dennis, irmão do Daniel. Acho que a autora deveria escrever um livro dedicado ao Dennis e Ellen. Gostei muito deles e acho que renderia uma linda história.


  
Ainda sobre os personagens, acho que o Daniel conseguiu amadurecer ao longo da narrativa, apesar que em alguns momentos ele se mostrou imaturo e muito confuso em relação à sua sexualidade. Outros personagens, inclusive os protagonistas, se mostraram bem machistas em determinados momentos. 

Mas ao longo da história vocês irão compreender mais sobre a família e as tristezas que eles carregam, mesmo tendo que permanecer unidos diante de tudo o que os 'afetam' de alguma forma.

Em suma, posso dizer que ler "High Definition", escrito pela autora J.V. Leite, foi uma experiência muito boa. Vocês irão encontrar muito romance, drama e diversas cenas quentes entre o casal. Mas a história não é só sexo, têm muito mais. Não se enganem! 



A J.V. Leite foi muito inteligente a não apenas desenvolver uma narrativa sobre um casal homo afetivo. Ela utilizou-se do livro como uma ferramenta para tratar de temas tão ligados a nós e que não podemos deixar de debater, de ter um olhar crítico a respeito, de defender e propagar o amor, independente da raça, sexo, gênero ou qualquer outro obstáculo que muitos usem para pregar o ódio. Por isso leiam, mas leiam a obra de mente e coração abertos. 

A publicação da obra foi feita através da Editora Bezz. O livro possui uma capa e contra-capa muito bonitas, a fonte tem um tamanho agradável, a edição possui orelhas e as folhas são amareladas - o que contribui ainda mais na fluidez da leitura. A edição está muito bonita. Meus parabéns para a Editora Bezz.

Para finalizar, ouça "Mirrors", canção do Justin Timberlake. A música é citada em determinado momento da narrativa da J.V. Leite. É só dar o play: 


"O amor não tem medida."

📖Boa leitura, pessoal!📖


📚Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios.📚

Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria: 
pedrogabrielb@bol.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS