07/12/2018

Resenha: "Fragmentos", de Carol Cappia

Resenha por: Pedro Gabriel
Obra: Fragmentos
Autora: Carol Cappia 
Editora: Cappia 
Gênero: Ficção/Romance/Drama 
Páginas: 270
Ano: 2018
Onde Comprar: Amazon - E-book | Loja Editora Cappia
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★★
Livro cedido pela editora.
SINOPSE: “Como não deixar que o ódio tome conta de você, se é tudo o que conheceu a sua vida toda?” Desde que nasceu, Connor viu apenas o lado ruim das pessoas. Na sua cabeça, sua existência foi ao contrário, ele começou pagando por seus pecados antes mesmo de cometê-los, ele foi condenado ao inferno antes mesmo do julgamento final. Quantas vezes sua alma pode se perder até que seja resgatada? Com quanto da escuridão você pode se envolver antes de se tornar parte dela?

💣👫💗


Na guerra, há vitórias e fracassos. O combate traz consequências incalculáveis à vida de vários inocentes e deixam um rastro de dor e sangue. Além de marcas na pele, a guerra deixa marcas na alma daqueles que vivem de perto todo esse caos. Connor Willians viu e sentiu os efeitos da guerra na pele e na mente. 


O jovem soldado viu a morte de perto, mas sobreviveu à guerra após ter isso feito de refém por inimigos. Seus dois grandes amigos, Elliot e Richard, e outros companheiros de guerra, não tiveram a mesma sorte e isso o desestabiliza ainda mais por dentro, principalmente por causa do amigo Richard, que cresceu ao lado dele no orfanato em que viveram até a maioridade. 

Sem família e outros amigos, além do Richard e dos que fez quando era soldado, Connor tenta seguir sua vida após ter renascido das cinzas. Entretanto, não está sendo nada fácil. A guerra acabou com sua saúde mental. Diariamente, ele revive suas batalhas nos pesadelos, vive assustado com barulhos e outras características adquiridas após os confrontos sangrentos. 


"Apesar de querer mentir para mim mesmo, para dizer a verdade, eu queria alguém que cuidasse de mim, eu queria alguém que me amasse, mesmo que para isso tivesse que juntar os meus pedaços."

E tudo isso em segue em frente solitário, sem ninguém. Às vezes tinha o apoio do amigo Travis, soldado que também tinha sobrevivido, mas não era a mesma coisa que ter um pai, uma mãe ou, quem sabe, um amor para dar uma força ainda maior. 

Ele não imaginava, mas sua volta estava sendo aguardada por uma pessoa que era completamente apaixonada por ele, mesmo sem conhecê-lo pessoalmente. A doce Ella Miller, irmã do Elliot, estava tentando superar a morte do irmão querido. Não era fácil, mas aos poucos ela estava sabendo lidar com a perda, mesmo após perder os pais meses atrás antes do Elliot morrer na guerra. 


No decorrer da guerra, Ella e Elliot trocavam muitas cartas e em diversas dessas, Elliot falava do amigo Connor. De suas qualidades, seu jeito amigável, sua índole, do seu coração grande e de papel, e muito mais. Nisso, Ella acabou se interessando cada vez mais em conhecer esse rapaz. Com a volta de Connor, este momento se torna possível. 

"- Como eu posso amar alguém que eu nunca vi? - questiono.
- Você ama da forma mais pura. Você ama a essência e não a aparência e isso, Ella, poucas pessoas são capazes de fazer."

Ele também já sabia dela através do Elliot e ansiava por conhecê-la. E isso acontece! Eles vão se conhecendo mais e mais, passando momentos juntos, criando um laço afetivo que cada vez mais vai se fortalecendo. Porém, há barreiras que impedem Connor de deixar essa relação se intensificar. Barreiras provenientes da guerra, mas que ele construiu à sua frente e não consegue derrubá-las. 


Será que Ella conseguirá ajudá-lo a enfrentar seus demônios e deixar essa paixão florescer? 

"Estou completamente hipnotizado por essa mulher e não sei o que fazer. Ella me enfeitiçou com a sua essência, antes mesmo que a visse, e agora mais uma vez sou enfeitiçado, dessa vez pelos seus olhos que simplesmente refletem a sua alma. A alma de um anjo, o meu anjo de luz."

Esse é o primeiro contato que tenho com alguma escrita pela autora Carol Cappia. Confesso que me surpreendi bastante. Não que eu tenha duvidado que a história seria boa. Jamais! Mas digo isso pelo fato de como a história foi me surpreendendo no decorrer da leitura. A autora, que é brasileira, soube conduzir bem a narrativa com diversos momentos emocionantes e mensagens inspiradoras que fazem o leitor refletir bastante. 


Os personagens foram bem desenvolvidos. Os protagonistas são uma caixinha de surpresas, principalmente a Ella, que fará revelações bem complicadas. Gostei muito dela e de como ela foi forte para suportar tantas perdas e conseguir se manter firme até pra lidar com a vida caótica do Connor, que precisava urgentemente de ajuda. 

O romance de Connor e Ella é bem emocionante, intenso e ao mesmo tempo sensível. Consegue cativar, mesmo sendo meloso em alguns momentos. 

No decorrer do enredo, a autora apresenta outros personagens bem interessantes, como o ex-soldado Demétrio e o Travis. Duas pessoas que também muito importantes na vida de Connor e Ella. 


Com uma escrita bem fluida, capítulos curtos - ora narrados por Connor, ora narrados por Ella -, "Fragmentos" consegue, através de suas páginas, falar sobre o verdadeiro amor, sobre superação, e sobre as marcas da guerra e suas consequências na saúde mental daqueles que viveram de perto os horrores. 

A obra, de forma bem emocionante, consegue narrar a história de amor entre um casal marcado por dores profundas, mas que juntos encontraram no outro a força para superar as fraquezas e contratempos que surgem no decorrer da vida. Se você gosta de histórias românticas e com muito drama, podem ler "Fragmentos", escrito por Carol Cappia. 

A publicação do livro foi feita através da Editora Cappia. A obra tem uma capa bem bonita, a fonte tem um tamanho agradável, as folhas são amareladas, a edição possui folhas pretas no final de cada capítulo e a publicação também possui orelhas. Tudo bem caprichado. Um belo trabalho!

Falei a com a Carol e perguntei quais atores - nacionais e internacionais - poderiam interpretar Connor, Ella, Demétrio e Travis nos cinemas, caso a obra seja adaptada para as telonas. Confira as respostas dela:



Seguindo a ordem da horizontal pra baixo: Arlenis Sosa, como Ella; Adam Joseph Chase, como Connor; Mark Becher, como Travis e Tarcísio Meira, como Demétrio. 

Gostaram? Já estou aguardando esse filme, hein?! :) 

Para quem não sabe, "Fragmentos" é o primeiro volume da trilogia "Marcas da Guerra" e, como eu tinha imagino enquanto lia o livro, o próximo volume - que vai se chamar "Equívocos" - vai retratar um determinado momento da vida do ex-soldado Travis, amigo que a guerra deu ao Connor. 


📖Boa leitura, pessoal!📖


📚Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios.📚

Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria: 
pedrogabrielb@bol.com.br


2 comentários:

  1. Esrou apaixonada por essa resenha. Muito obrigada pelo carinho. ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente fico muito feliz que tenha gostado. Adorei o livro ❤️

      Excluir

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)

Blog do Pedro Gabriel | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2012 - 2018 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS