sponsor

sponsor
Tecnologia do Blogger.

Slider

Lançamentos

Resenhas

Quotes

Tags

Entrevistas

Eventos

Sorteios

» » » » » Resenha: "Angústia na Cidade do Caos – Crônicas de uma era Indecente", de Lennon Lima

Resenha por: Divaldo Azevedo
Obra: Angústia na Cidade do Caos – Crônicas de uma era Indecente
Autor: Lennon Lima 
Editora: Multifoco
Gênero: Ficção/Romance/Suspense 
Páginas: 348
Ano: 2018
Adicione: Skoob
Nota: ★★★★☆ 
Livro cedido pelo autor. 
SINOPSE: “Jamais esqueceria o riacho de sangue que se formava.” E a Angústia veio a cair na Cidade do Caos. Revestida de carne humana e trajes civis. A carne, caucasiana. Os trajes, masculinos. O semblante? Banal. Estirada no capinal costeiro a um cemitério clandestino, é descoberta pelo coveiro de uma comunidade miserável assolada pelo poder paralelo. Ferida, mas não ensanguentada. Confusa, mas sã. Preocupada, mas determinada… Sem recursos, sem identidade, sem passado. Acolhida na casa do jardim de cadáveres, inicia busca para desvendar os mistérios que envolvem o seu passado e a causa de se encontrar em ambiente tão árido – e perverso. Conforme testemunha fenômenos perturbadores ao interagir com os habitantes da favela, descobre-se em uma jornada que excede os limites do consenso de realidade, que desafiará a sua aptidão de permanecer imune aos silvos ardilosos da loucura…

👥💥

Angustia na Cidade do Caos – Crônicas de uma era indecente”, escrito pelo autor Lennon Lima, é um livro muito bom! Confesso que não sou interessado nessa linha de ficção, porém ao começar a ler o livro - que é narrado em terceira pessoa e tem um contexto ficcional mas ao mesmo tempo real a qualquer cidade brasileira - faz o leitor viajar nas histórias dos personagens, que bem marcantes, e até em alguns momentos o autor conversa com o leitor fazendo a leitura ficar mais leve e descontraída. Fiquei doido para acabar logo e saber o final.


A história é contada em dois tempos. Primeiro: Um homem que acorda em um lugar que não conhece, rodeado por pessoas que também não conhece e o cara sequer tem noção de quem ele próprio seja e o que está fazendo ali, o que já deixa o leitor logo curioso para ler e saber as repostas; completamente perdido, desorientado, sem saber sua origem e o quê e quem o largou ali naquela cidade, sem falar no estranho poder que ele possuí.

A segunda parte fala sobre a disputa de dois irmãos pelo controle do tráfico de drogas na favela de Coronel Rodrigues localizada na tal “Cidade do Caos”, que dá título ao livro.


"Peguei minha Glock (arma de fogo), que guardo na gaveta do criado-mudo. Ouvir um disparo na porta seguido de um pontapé." - pág 125.

Ao longo da história, o autor Lennon Lima apresenta ao leitor os dramas e angustias dos vários personagens que vivem na cidade sob o controle cruel de JB, entre eles: Sebastião, Rosa, Juliana, dona Glória – mãe dos dois irmãos desafetos – e principalmente de Igor que escreve uma carta narrando todo o seu drama ao entrar no submundo das drogas.

"Quantas noites minha mãe deixou de dormir se perguntando em que tipo de lugar eu poderia estar..." - pág 81.


A leitura está mais que recomendada. Já estou na expectativa para saber o desfecho da continuação dessas 348 páginas do primeiro livro. 

A edição foi publicada pela Editora Multifoco. Gostei da capa, do estilo e do tamanho das letras, pois elas não seguem um padrão. Há algumas modificações no decorrer da leitura. 


📚Quando você compra na AMAZON através do Blog do Pedro Gabriel, você contribui para o crescimento do blog e realização de mais sorteios.📚

Me acompanhe nas redes sociais:

Instagram | Twitter | Facebook | Skoob | Spotify: PedroGabrielB

Sugestão de pauta ou parceria: 
pedrogabrielb@bol.com.br

«
Next
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Leia antes de fazer seu comentário:

- Os comentários do blog são moderados e serão liberados após constatação de que estão de acordo com o assunto dos post.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Comentem à vontade. Dê sua opinião, sugestão ou reclamação.
- Me sigam no Twitter: @pedrogabriel13p
- Lembrem-se de curtir a fã Page do Blog na Lateral.
- Me sigam também no Instagram: @BlogDoPedroGabriel

Desde já agradeço a atenção de vocês e espero que voltem ao Blog do Pedro Gabriel quantas vezes quiserem ;)